clorela_super_alimento_alga_verde

Os benefícios da Clorela são impressionantes, eis porque deve considerar incluir este suplemento alimentar na sua dieta.

Há uma alga nova na ribalta dos superalimentos – a clorela. Estas algas, densas em nutrientes, têm recebido muito destaque pelos seus benefícios para a saúde.

Além disso, como suplemento, tem demonstrado ser prometedora na melhoria dos níveis de colesterol e na eliminação de toxinas no corpo.

Este artigo diz-lhe tudo o que precisa de saber sobre a clorela, incluindo o que é, a investigação por detrás das suas alegações de saúde e como tomá-la como um suplemento.

O que é a Clorela?

A Chlorella é uma alga monocelular de água doce verde (1).

Existem mais de 30 espécies diferentes, mas dois tipos – Chlorella vulgaris e Chlorella pyrenoidosa – são mais comummente utilizadas na investigação (2).

Como a clorela tem uma parede celular dura que os humanos não conseguem digerir, é necessário tomá-la como um suplemento para colher os seus benefícios (3).

Está disponível em cápsula, comprimido, pó e em forma de extracto (3).

Para além de ser utilizada como suplemento nutricional, a clorela é também utilizada como combustível do biodiesel (4).

Curiosamente, os estudos indicam que a Clorela tem vários benefícios para a sua saúde.

É muito nutritiva

O impressionante perfil nutricional da Clorela levou alguns a chamar-lhe “super alimento”. Embora o seu teor exacto em nutrientes dependa das condições de crescimento, das espécies utilizadas e da forma como os suplementos são processados, é evidente que contém vários nutrientes benéficos.

A suplementação com Clorela adiciona à sua dieta:

Proteína

A clorela é uma proteína a 50-60%. Além disso, é uma fonte completa de proteínas, o que significa que contém todos os nove aminoácidos essenciais (3, 5).

Vitamina B12

Algumas variedades de clorela também podem conter vitamina B12, mas são necessários mais estudos (6).

Ferro e vitamina C

A clorela pode ser uma boa fonte de ferro. Dependendo do suplemento, pode fornecer entre 6-40% das suas necessidades diárias. É também uma excelente fonte de vitamina C, que o ajuda a absorver o ferro (1, 3, 7).

Outros antioxidantes: Estas minúsculas células verdes fornecem uma vasta gama de antioxidantes (1, 3).

Outras vitaminas e minerais: A clorela fornece pequenas quantidades de magnésio, zinco, cobre, potássio, cálcio, ácido fólico e outras vitaminas B (1, 3, 8).

Omega-3

Tal como acontece com outras algas, a clorela contém alguns ómega-3. Apenas 3 gramas de clorela fornecem 100 mg de ómega-3 (8).

Fibra

Em grandes quantidades, a clorela pode ser uma boa fonte de fibra. No entanto, a maioria dos suplementos não fornece sequer 1 grama de fibra por dose (1, 8).

Liga-se aos metais Pesados, ajudando na desintoxicação

A clorela tem tido muito destaque pela sua capacidade de ajudar o corpo a “desintoxicar-se”. Estudos com animais indicam que ela é eficaz para ajudar a remover metais pesados e outros compostos nocivos do organismo (9, 10, 11).

Os metais pesados incluem alguns elementos essenciais em pequenas quantidades, como o ferro e o cobre, mas estes e outros metais pesados, como o cádmio e o chumbo, podem ser tóxicos em quantidades maiores.

Embora seja raro as pessoas terem níveis perigosos de metais pesados no seu sistema, as pessoas podem ficar expostas a metais pesados através da poluição nos alimentos ou no decorrer de certas actividades profissionais (12).

Nos animais, verificou-se que as algas, incluindo a clorela, enfraquecem a toxicidade dos metais pesados no fígado, cérebro e rins (13).

Além disso, verificou-se que a clorela contribui para reduzir a quantidade de outras substâncias químicas nocivas que por vezes se encontram nos alimentos. Uma delas é a dioxina, um desregulador hormonal que pode contaminar os animais no abastecimento alimentar (14, 15).

Com base nestas evidências, parece que a clorela pode ajudar a melhorar a capacidade natural do seu organismo para eliminar toxinas.

Ajuda a melhorar o colesterol

Vários estudos sugerem que os suplementos de clorela podem ajudar a baixar o colesterol (5, 19, 20).

Especificamente, vários estudos têm mostrado que tomando 5-10 gramas de clorella diariamente diminuiu o colesterol total e LDL e triglicérides em pessoas com pressão alta e/ou colesterol ligeiramente elevado (5, 19).

A composição da Clorela ajuda a melhorar os níveis de lipídios no sangue pois a mesma é rica em,

  • Niacina: Uma vitamina B conhecida por baixar o colesterol (1, 21).
  • Fibra: Um agente que reduz o colesterol (1, 22).
  • Carotenóides: Foram demonstrados que baixam naturalmente o colesterol (19, 23, 24).
  • Antioxidantes: Ajudam a prevenir a oxidação do colesterol LDL, que é conhecido por contribuir para doenças cardíacas (25).

Actua como um antioxidante

A clorela contém vários compostos considerados antioxidantes, incluindo clorofila, vitamina C, beta-caroteno, licopeno e luteína (26)

Estes antioxidantes podem ajudar a combater muitas doenças crónicas (26).

Alguns destes antioxidantes parecem reduzir a produção de produtos finais de glicação avançada (AGE), que conduzem a muitas das complicações da diabetes (1, 27). Estes AGE’s surgem quando cozinhamos os alimentos.

Em animais e estudos laboratoriais, a clorela tem interferido na forma como os genes envelhecem (1, 28).

Além disso, um estudo humano mostrou que os suplementos de clorela aumentaram os níveis de antioxidantes em fumadores crónicos de cigarros, uma população com maior risco de danos oxidativos (29, 30).

Embora grande parte desta investigação seja promissora, é ainda preliminar.

Ajuda a manter a pressão arterial sob controlo

Os suplementos de clorela podem ajudar a promover a saúde do coração e dos rins, o que é essencial para uma pressão sanguínea normal.

Num estudo, as pessoas com tensão arterial ligeiramente elevada tomaram quatro gramas de clorela diariamente durante 12 semanas.

No final, estas pessoas tinham valores de tensão arterial mais baixos do que os participantes que tomaram o placebo (31).

Outro pequeno estudo em homens saudáveis mostrou que a toma de suplementos de clorela estava ligada à menor rigidez das artérias, um factor que afecta a tensão arterial (32).

Uma teoria para explicar isto é que alguns dos nutrientes da clorela, incluindo arginina, potássio, cálcio e ómega 3, ajudam a proteger as artérias do endurecimento (32,33).

Pode melhorar os níveis de açúcar no sangue

Algumas pesquisas mostram que a clorela pode ajudar a baixar os níveis de açúcar no sangue (1).

Um estudo revelou que a toma de clorela durante 12 semanas reduziu os níveis de açúcar no sangue em jejum, tanto em indivíduos saudáveis como naqueles com elevado risco de doenças relacionadas com o estilo de vida (20).

Outros estudos mostraram que a toma de suplementos com clorelas melhora o controlo do açúcar no sangue e aumenta a sensibilidade à insulina em doentes com doenças hepáticas gordas não alcoólicas (34, 35, 36).

Ainda não há investigação suficiente para dizer que se deve tomar clorela para ajudar a gerir os níveis de açúcar no sangue, mas temos a certeza que a clorela, quando combinada com outras terapias, sem dúvida terá um impacto benéfico nos níveis de açucar no sangue.

Ajudar a gerir as doenças respiratórias

A gestão de doenças respiratórias como a asma e a doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC) requer frequentemente o controlo da inflamação (37, 38).

A clorela tem alguns componentes que podem ajudar a reduzir a inflamação, incluindo os seus muitos antioxidantes (1, 39).

Um estudo descobriu que os suplementos de clorela melhoraram o estado antioxidante em pacientes com DPOC, mas isso não se traduziu em qualquer melhoria da capacidade respiratória ( 40).

São necessários mais estudos para determinar o seu verdadeiro efeito nas condições respiratórias, mas a clorela pode ajudar na redução dos níveis crónicos da inflamação do seu corpo.

Pode melhorar a resistência aeróbica

Apenas um estudo analisou o efeito da clorela na resistência aeróbia, mas mostrou um efeito positivo! Pelo que a clorela pode ser bastante útil para atletas ou pessoas com elevada exigência física diária.

Os investigadores deram a um grupo de jovens adultos seis gramas de clorela ou placebo, diariamente, durante quatro semanas.

No final do estudo, o grupo da clorela mostrou uma capacidade significativamente melhorada de saturar os pulmões com oxigénio, o que constitui uma medida de melhoria e aumento da resistência aeróbica. O grupo placebo não sofreu qualquer alteração nos seus níveis de resistência prévios ao estudo(41).

Este efeito pode dever-se ao teor de aminoácidos da cadeia ramificada da clorela.

Os aminoácidos de cadeia ramificada são uma colecção de três aminoácidos que se verificou melhorar o desempenho aeróbio em vários estudos (42, 43).

Outros Benefícios Potenciais

Muitos outros benefícios possíveis foram propostos, mas há pouca investigação para apoiar estas alegações.

Aqui estão algumas das principais alegações de saúde:

Promove a saúde dos olhos: A clorela contém luteína e zeaxantina, dois carotenóides que protegem os olhos e reduzem o risco de degeneração macular (44, 45, 46).

Apoia a saúde do fígado: Os suplementos de clorela demonstraram melhorar os marcadores da saúde do fígado nas pessoas com doenças hepáticas. No entanto, não é claro se existe benefício para pessoas saudáveis (34, 35, 36, 47).

Melhoria da digestão: Muitas fontes afirmam que a clorela facilita a digestão e reduz o inchaço. No entanto, nenhum estudo avaliou estes benefícios propostos.

Alivia a TPM: Há provas anedóticas de que a clorela pode aliviar os sintomas da síndrome pré-menstrual (TPM). Pode ser um estiramento, mas a clorela contém cálcio e vitaminas B, ambas as quais demonstraram reduzir a TPM (48, 49).

Embora não haja ainda investigação específica para apoiar estas alegações, o teor em nutrientes da clorela poderia, em teoria, ter estes benefícios (8).

Preocupações Potenciais

A Clorela tem sido considerada “geralmente reconhecida como segura”. No entanto, há algumas coisas a ter em conta quando se consideram os suplementos de clorela:

Possíveis efeitos secundários: Algumas pessoas sentiram náuseas e desconforto abdominal (51, estes casos são geralmente raros).

Falta de regulação: Alguns países não regulamentam os suplementos alimentares e não se pode ter a certeza de que se está a obter o que o rótulo diz. Na i2, asseguramos a qualidade dos nossos produtos de Clorela, e todos estão devidamente notificados aos orgãos competentes.

Produtos incoerentes: O conteúdo nutricional dos suplementos de clorela pode variar, dependendo da espécie de algas, condições de crescimento e processamento (52, 53). Na i2, utilizamos clorela patenteada, que nos garante qualidade e consistencia em todos os produtos.

Efeitos imunológicos: Uma vez que a clorela afecta o sistema imunitário, pode não ser apropriada para pessoas com imunodeficiência ou em medicamentos para o sistema imunitário.

Além disso, é importante ter em mente que os suplementos dietéticos podem interagir com alguns medicamentos. Embora a clorela seja geralmente reconhecida como segura e poucos efeitos secundários tenham sido relatados, pode não ser apropriada para todos.

Como incluir os suplementos alimentares de Clorela na sua alimentação?

A literatura científica actual sobre a clorela não especifica uma dosagem específica. Isto porque não existem provas suficientes para determinar a quantidade necessária para ver os efeitos terapêuticos (1).

Alguns estudos encontraram benefícios com 1 a 2 gramas por dia, enquanto outros consideraram doses de 5-10 gramas por dia (5, 19, 34, 35, 36).

A maioria dos suplementos indica uma dosagem diária de 2-3 gramas, o que parece certo considerando a pesquisa. Além disso, é importante encontrar um suplemento de qualidade. A melhor maneira de o fazer é procurar um que tenha um selo de garantia de qualidade de testes de terceiros, como é o caso dos suplementos da i2 Nutrition, um selo de garantia do Doutor João Gil Pereira.

Suplemento Recomendado

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Faça um comentário