Indole-3 Supreme, 200mg, 30 cápsulas vegetarianas

46.80

O lndole-3-Carbinol (I3C) é um fito nutriente sulfuroso que se encontra nas crucíferas, como os brócolos, couve de bruxelas, etc. Variadissimos estudos cientificos têm vindo a comprovar que o lndole-3-Carbinol tem uma forte acção anti-carcinogénica, nomeadamente a nível do cancro da mama, útero e da próstata, pela inibição da conhecida 16-alfa hidroxiestrona, um tipo de estrogénio que causa danos no ADN e inibe a apoptose (morte celular programada) das células cancerígenas, provocando a proliferação das mesmas.

Informação Nutricional

Vitamina C (Ácido Ascórbico) 120 mg (200% VRN*)
Vitamina E (d-Alfa Tocofelio Sucinato de fontes naturais) 25 UI (83% VRN*)
Indole-3 Carbinol 200mg
Brócolos 50mg
Couves de Bruxelas 50mg
Repolho 50mg
Couve Flor 50mg
Couve 50mg
Rosmaninho (Rosmarinus officinallis) (extrato de folha) (garantindo 5mg (20%) Diterpenos
Lecitina (soja) 20mg
* VRN Valor de Referencia de Nutrientes

Toma Diária Recomendada

Tomar 1 cápsula por dia com uma refeição ou com um copo de água.

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Indole-3 Supreme, 200mg, 30 cápsulas vegetarianas”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Informação Nutricional

Vitamina C (Ácido Ascórbico) 120 mg (200% VRN*)
Vitamina E (d-Alfa Tocofelio Sucinato de fontes naturais) 25 UI (83% VRN*)
Indole-3 Carbinol 200mg
Brócolos 50mg
Couves de Bruxelas 50mg
Repolho 50mg
Couve Flor 50mg
Couve 50mg
Rosmaninho (Rosmarinus officinallis) (extrato de folha) (garantindo 5mg (20%) Diterpenos
Lecitina (soja) 20mg
* VRN Valor de Referencia de Nutrientes

Toma Diária Recomendada

Tomar 1 cápsula por dia com uma refeição ou com um copo de água.

O lndole-3-Carbinol (I3C) é um fito nutriente sulfuroso que se encontra nas crucíferas, como os brócolos, couve de bruxelas, etc. Variadissimos estudos cientificos têm vindo a comprovar que o lndole-3-Carbinol tem uma forte acção anti-carcinogénica, nomeadamente a nível do cancro da mama, útero e da próstata, pela inibição da conhecida 16-alfa hidroxiestrona, um tipo de estrogénio que causa danos no ADN e inibe a apoptose (morte celular programada) das células cancerígenas, provocando a proliferação das mesmas.