L-Carnosine 500 mg, 30 comprimidos

28.70

Category

A L-Carnosina é um dipéptido formado pela combinação dos aminoacidos beta-alanina e L-histidina. A L-carnosina encontra-se principalmente nos músculos mas também no cérebro, na pele e no coração.

Entre as suas propriedades destaca o seu poder antioxidante, eliminador dos radicais livres e de proteção dos lípidos, proteínas e membranas celulares, além de regular os macrófagos, ativar as enzimas e a sua capacidade para atuar como neurotransmissor.

A característica mais conhecida da L-carnosina é a sua capacidade de neutralizar a acidez produzida pelo aumento da concentração de ácido láctico durante o exercício físico. O aumento da acidez e a concentração de lactato estão relacionados com o surgimento da fatiga e a perda de rendimento.

A concentração natural de carnosina é menor em mulheres, vegetarianas e pessoas de idade avançada. A sua concentração também varia em função do tipo de fibra muscular, sendo maior em fibras de contração rápida. O grau de treino da pessoa também modifica os níveis de carnosina, sendo maior em pessoas que treinam.

 

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “L-Carnosine 500 mg, 30 comprimidos”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

A L-Carnosina é um dipéptido formado pela combinação dos aminoacidos beta-alanina e L-histidina. A L-carnosina encontra-se principalmente nos músculos mas também no cérebro, na pele e no coração.

Entre as suas propriedades destaca o seu poder antioxidante, eliminador dos radicais livres e de proteção dos lípidos, proteínas e membranas celulares, além de regular os macrófagos, ativar as enzimas e a sua capacidade para atuar como neurotransmissor.

A característica mais conhecida da L-carnosina é a sua capacidade de neutralizar a acidez produzida pelo aumento da concentração de ácido láctico durante o exercício físico. O aumento da acidez e a concentração de lactato estão relacionados com o surgimento da fatiga e a perda de rendimento.

A concentração natural de carnosina é menor em mulheres, vegetarianas e pessoas de idade avançada. A sua concentração também varia em função do tipo de fibra muscular, sendo maior em fibras de contração rápida. O grau de treino da pessoa também modifica os níveis de carnosina, sendo maior em pessoas que treinam.